Amazônia nas salas de aula é pauta do segundo episódio do podcast ‘Vamos falar de escola?’

Educadoras falam sobre a importância do território amazônico para o Brasil e o mundo

 

O segundo episódio do podcast ‘Vamos falar de escola?’ discute a importância de abordar a Amazônia, ou melhor, Amazônias, no plural, nas salas de aula. Em tempos de aquecimento global, chuvas torrenciais, desmatamento e queimadas, é essencial falar sobre o território amazônico em toda a sua complexidade ambiental, social, histórica, cultural e econômica, convidando crianças e adolescentes para refletir e agir em prol da conservação dos recursos naturais de um dos maiores biomas do mundo. 

A conversa mediada pelo jornalista João Felipe Lolli, da Itatiaia, contou com a participação da professora Luiara Gomes, de Capixaba, Acre. Luiara é bióloga, cientista, com mestrado na área de genética e passou pela formação do Itinerários Amazônicos, programa realizado pelo Instituto iungo, Uma Concertação pela Amazônia e Instituto Reúna, que promove a Amazônia nas escolas brasileiras. No episódio, ela enfatiza como os Itinerários dialogam com a realidade dos amazônidas, da conscientização quanto aos desafios e as potencialidades da região. Luiara também aponta que o conhecimento partilhado em sala de aula sobre a temática ambiental, estimula os alunos a aproximarem os pais e a comunidade para esse debate. “Estamos formando cidadãos. Quando o aluno tem a oportunidade de refletir sobre a importância do meio ambiente ele desenvolve sensibilidade, valoriza uma planta medicinal e leva esse conhecimento pra casa. Também fazemos o movimento de abrir as portas da escola para comunidade, os pais visitam a escola para ver a apresentação dos filhos, o que os orgulha muito. Os pais conseguem absorver melhor a partir daquela explicação do filho, do sobrinho, de um irmão. É uma porta importantíssima para que a escola chegue até a comunidade. Quando uma criança aprende sobre o trânsito e o pai passa no sinal vermelho, logo é alertado “Pai, o sinal tá vermelho!”. Isso pode gerar uma reflexão naquele adulto. Então, eu acredito que isso traz mudanças, incentiva a trabalhar com foco na prevenção. É muito mais fácil prevenir a destruição das florestas do que reconstruir”, afirma.  

Nesse episódio, tivemos a participação especial da diretora de Educação do iungo  Alcielle dos Santos, doutora em Psicologia da Educação e mestre em Educação: Formação de Formadores, ambos pela PUC/SP, trazendo reflexões importantes sobre a urgência da educação para a sustentabilidade. Alcielle destaca o Itinerários Amazônicos, iniciativa que disponibiliza gratuitamente materiais pedagógicos e formação  para aprofundar sobre a temática socioambiental desse território com gestores escolares, professores, alunos e consequentemente, com a comunidade. “É um programa que responde à necessidade nacional de falar de sustentabilidade. Precisamos de práticas mais sustentáveis, de uma indústria, uma agricultura, um comércio, uma vida mais sustentável. Mas o que é isso? E como o aluno vai aprender sobre isso? Então, falar de sustentabilidade nos Itinerários Amazônicos é trazer a Amazônia para o centro da discussão, em todas as aulas, na Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, dentre outras. Fazendo com que os estudantes se sintam parte disso.”, explica.  

E tem muito mais nessa 1ª temporada! Você pode ouvir pelo Spotify, Deezer, Amazon e nas demais plataformas de áudio. A programação também ficará disponível no site  – https://iungo.org.br/podcast-vamos-falar-de-escola/. A periodicidade é quinzenal e indicada para todas as idades.  

O podcast ‘Vamos falar de escola?’ é uma parceria do Instituto iungo com a rádio Itatiaia, maior grupo de comunicação de Minas Gerais e a rádio mais ouvida do Brasil (Kantar IBOPE Media), para ampliar o alcance da mensagem pela valorização da educação de qualidade e dos profissionais que a transformam todos os dias em sala de aula.