Fayga Ostrower

Fayga Ostrower

(1920-2001)

Como definir Fayga Ostrower? Artista plástica, teórica da arte, autora de vários livros sobre criatividade e processos de criação, professora – são muitos os atributos e campos de atuação. Nascida na cidade de Lodz, na Polônia, mudou-se para o Rio de Janeiro (RJ), no Brasil, em 1934.

Fayga cursou Artes Gráficas na Fundação Getúlio Vargas, recebeu uma Bolsa da Fundação Fullbright para estudar por um ano em Nova Iorque, realizou exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior, recebeu prêmios como o Grande Prêmio Nacional de Gravura da Bienal de São Paulo (1957) e o Prêmio de Gravura na I Trienal Internacional de Xilogravura Contemporânea, em Capri, Itália (1969). Além disso, entre 1954 e 1970, foi professora da disciplina de Composição e Análise Crítica no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Ela também deu aula em Atlanta e em Londres e, posteriormente, foi professora de pós-graduação em várias universidades brasileiras. Paralelo a isso ofereceu cursos de artes para operários e centros comunitários.

Em 2002, foi fundado o Instituto Fayga Ostrower, que mantém um museu com exposição permanente, realiza projetos, seminários e exposições de sua obra como artista e como educadora. Para conhecer mais sobre a história de Fayga, acesse o site do Instituto.