ATIVAR! Metodologias ativas por Whatsapp

O ATIVAR! é um programa realizado em parceria com a Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo e o Núcleo de Pesquisas em Novas Arquiteturas Pedagógicas da universidade (NAP-USP), cuja primeira edição foi concluída no primeiro semestre de 2022 e com inscrições em breve para a segunda edição.

São cinco cursos de extensão universitária de 40h e gratuitos para professores e gestores escolares:

  • As linguagens nas práticas educativas
  • Ciências
  • Humanidades
  • Projetos de vida e o Bom Professor
  • Novas arquiteturas pedagógicas
Quem pode se participar?

A formação foi pensada para educadores do quadro efetivo ou temporário de escolas do Ensino Médio e dos Anos Finais do Ensino Fundamental. Para os cursos de Humanidades, Ciências e Linguagens podem se candidatar professores que atuem em sala de aula nesses campos específicos de conhecimento. Já para o curso de Novas arquiteturas pedagógicas e O bom professor e projetos de vida são aceitas inscrições de gestores escolares e professores de todas as áreas de conhecimento.

Como funcionam os cursos?

O ATIVAR! é online, utilizando ferramentas digitais gratuitas, principalmente o Whatsapp. A proposta do programa é que os cursistas não precisem dedicar mais do que 15 a 20 minutos diários em seus estudos e reflexões individuais. Semanalmente, também são realizados encontros síncronos online de 1 hora de duração com grupos de até 18 educadores e um tutor vinculado à Universidade de São Paulo.

Os cursos se baseiam em metodologias ativas de aprendizagem com trabalho colaborativo, aprendizagem mão na massa, o uso de situações-problema e interdisciplinaridade. O eixo central que conecta as atividades formativas e o conhecimento do curso à prática cotidiana dos educadores é o Projeto Integrador. O projeto é definido por grupos de até seis cursistas nas duas primeiras semanas de formação e precisa ser proposto a partir de reais das escolas em que atuam.

Os certificados de curso de 40h, emitidos pela USP e pelo iungo, pressupõe ao menos 75% de frequência nas sessões semanais síncronas e a nota mínima de 7,0 (sete), calculada pela média da nota do plano de aula elaborado individualmente e da nota do projeto integrador realizado em grupo e apresentado em vídeo ao final da formação.

Para saber mais sobre a dinâmica dos cursos, acesse o site preparado pelo NAP-USP!

Quer saber a proposta de cada um dos cursos?

Todos os cinco cursos tem como proposta trazer experiências educativas emancipatórias e ativas, que auxiliem os professores a repensarem suas práticas, por meio da revisão de conteúdos escolares, das formas de trabalho, das intervenções pedagógicas e das relações na escola.

Linguagens nas práticas educativas

Assumindo as linguagens como meio e como meta do processo educativo, o curso objetiva discutir as perspectivas dos multiletramentos e explicitar as possibilidades desta área do conhecimento: linguagem como eixo formativo, língua e escrita, língua e leitura, escrita e letramento, educação artística, educação física e língua estrangeira

Ciências

O Curso tem como objetivos:

  • Introduzir discussões relacionadas às ciências naturais, seus mecanismos de funcionamento e suas relações com a tecnologia e com a sociedade;
  • Apresentar experiências práticas e inovadoras em relação ao uso de experimentos científicos e da tecnologia no ensino da ciência;
  • Propor reflexões acerca do ensino da ciência à luz de uma perspectiva sociocultural e a partir de intervenções artísticas e sociais, de modo a estabelecer conexões às questões ambientais e animais, bem como às relações étnico-raciais e de igualdade de gênero no campo científico.

Humanidades

O curso propõe a construção emancipatória, antirracista, culturalmente relevante e decolonial talvez seja uma forma de propiciar o que Adorno (1995) considerou ser o antídoto contra a reemergência de qualquer barbárie regressiva do ponto de vista da construção de novos marcos civilizatórios, orientados por um novo sentido de humanidade, pautado pela solidariedade e pela abertura à alteridade.

Projetos de vida e o Bom Professor

O conceito de Bom Professor pauta-se nos princípios e nas virtudes da excelência, da ética e do engajamento. O curso propõe trabalhar esse conceito, relevante para a discussão sobre a perspectiva profissional docente.

De forma complementar, o curso irá apoiar a construção de projetos de vida éticos e pautados na cidadania deve ser uma meta da educação. Assim, nesse curso entende-se que conhecer pesquisas e estudar teorias psicológicas e práticas educacionais que ajudem a comunidade escolar na criação de programas que fortaleçam os projetos de vida, enriquecerá o currículo e auxiliará a escola a alcançar seus objetivos de formação integral.

Novas arquiteturas pedagógicas

Propostas pedagógicas como a Aprendizagem Baseada em Problemas e por Projetos (ABPP), o Design Thinking (DT) e a cultura maker serão explorados nesse curso. Nesse modelo educacional, o aluno deve ter um papel central e ativo na aprendizagem e na busca de conhecimento, construindo o mundo e a realidade, considerados sempre provisórios.