Nosso Ensino Médio encerra o ano como finalista do prêmio Reimagine Education, o “Oscar da educação”

Em 2022, mais de 1.100 iniciativas de todo o mundo foram avaliadas e somente 198 passaram para a última etapa da premiação

O programa Nosso Ensino Médio – realizado pelo iungo, instituto Reúna e Itaú Educação e Trabalho – foi finalista do Reimagine Education Awards, uma das premiações mais importantes para projetos inovadores em educação.

O programa gratuito de formação de professores sobre os novos currículos do Ensino Médio foi selecionado na categoria E-Learning (educação à distância), sendo uma das 198 iniciativas finalistas entre 1.116 projetos inscritos no mundo.

Considerado o Oscar da Educação, o Reimagine Education é a maior premiação internacional para projetos e soluções de pedagogias inovadoras. Ela é realizada pela instituição britânica Quacquarelli Symonds (QS), em parceria com Google, Microsoft e IBM. A conferência de premiação aconteceu entre os dias 5 e 8 de dezembro simultaneamente no Cairo, no Egito, e na Filadélfia, nos Estados Unidos.

Segundo Paulo Andrade, presidente do Instituto iungo, a indicação reforça o quanto o programa é inovador. “Começamos a conceber o programa com o nascimento do iungo em 2020, lançamos a plataforma do Nosso Ensino Médio em abril de 2021 e encerramos o ano de 2022 como finalistas de um prêmio internacional de grande relevância. Mostra que somos capazes de construir soluções efetivas e inovadoras para impactar a vida dos estudantes e dos educadores”, revela.

A diretora executiva do Instituto Reúna, Katia Smole, explica que a plataforma nasceu para apoiar na implementação de uma reforma curricular complexa no Brasil. “Idealizar e desenvolver a plataforma Nosso Ensino Médio significou para mim mais do que criar com parceiros tão especiais um recurso tecnológico para apoiar a formação continuada de gestores e professores. A plataforma foi feita com e para educadores de diferentes regiões do país e mostra na prática que é possível trazer inovação na formação continuada, por meio de atividades desafiadoras, envolventes que permitem ao usuário viver a sensação de ser aluno numa nova escola”.

Para Ana Inoue, Superintendente do Itaú Educação e Trabalho, a classificação como finalista do prêmio Reimagine Education é um reconhecimento da excelência desse trabalho. “A formação de professores e gestores escolares tem sido um dos pilares mais estratégicos para construção de um Ensino Médio atualizado e com qualidade. A plataforma Nosso Ensino Médio tem investido em soluções inovadoras de forma gratuita e que permitem a autoria e personalização pelas próprias redes de ensino”, afirma.

O Nosso Ensino Médio tem parceria com secretarias estaduais de educação de 12 unidades da federação, que juntas somam mais de 270 mil professores e mais de 4 milhões de estudantes do Ensino Médio no Brasil. Um dos principais diferenciais do programa é o foco nas necessidades das redes de ensino. Com arquitetura de formação flexível, por exemplo, cada secretaria de educação parceira tem uma página customizada a partir de seu plano de formação.

Além disso, a flexibilidade da iniciativa permite apoiar de formas específicas cada rede. Para lidar com a falta de conectividade, que afeta milhares de educadores da Amazônia, por exemplo, os professores podem vivenciar suas jornadas formativas também pelo WhatsApp.

O Nosso Ensino Médio planta diariamente a semente da educação qualificada e acessível às diferentes realidades do Brasil e tem orgulho de encerrar o ano, sendo reconhecido entre os melhores do mundo.